NOTÍCIAS

Congresso dos funcionários do BNB começa hoje

 

Após BB e Caixa, que realizaram Congressos no último fim de semana, nesta sexta-feira (07/07) e sábado (08/07) acontece o 23º Congresso Nacional dos Funcionários do BNB, no Mar Brasil Hotel, em Itapuã, Salvador. O momento é de intensificar a luta por melhorias no Banco do Nordeste.

Na sexta-feira (07/07), o evento começa às 14h. Mas o credenciamento inicia pela manhã, às 8h, e segue até 18h. Às 15h, tem aprovação do regimento e às 15h30, a primeira mesa sobre impactos das reformas de Temer. Depois da conjuntura nacional, às 17h30, a pauta em defesa dos bancos públicos. O primeiro dia de debates termina com um jantar, às 19h. 

No sábado (08/07), a partir das 9h, os delegados se dividem em grupos de trabalho: O futuro do emprego; Saúde, Previdência e condições de trabalho, Defesa dos bancos públicos – Que BNB nós queremos e Estratégias de resistência e disputa da sociedade. Após a pausa do almoço, às 13h, ocorre a plenária das correntes. A plenária final começa às 16h. 

A base de Campina Grande será representada por Luciana Rodrigues - funcionários da ativa - e Maria Alice Carvalho - aposentados.

É bom lembrar que estas e outras pendências como o PCR (Plano de Cargos e Remuneração), isonomia de tratamento e convocação dos aprovados em concurso são fundamentais para o futuro do BNB. Mesmo que o acordo de 2016 sendo bianual e garanta o aumento real de 1% neste ano, é urgente manter a luta específica. O BNB, ao invés de reestruturar, precisa avançar.

 

BNB quer desligar 1,5 mil funcionários

 

Quatro dias antes do início do Congresso Nacional dos Funcionários do BNB, que acontece no Mar Brasil Hotel, em Itapuã, Salvador, a direção do banco resolveu lançar um plano de desligamento, que pode dispensar até 1.500 funcionários, de um total de 7.200.

Assim como BB e Caixa, que recentemente reduziram o quadro de pessoal, o PID (Programa de Incentivo ao Desligamento) faz parte da política de desmonte da estatal para abrir caminho para a venda. 

A privatização das estatais é uma das prioridades do governo e, para não correr o risco de não conseguir entregar ao grande capital internacional, Temer acelera o processo.

No BNB, a intenção é desligar os funcionários que ingressaram no banco antes de 2000, com mais de 50 anos e aposentado pelo INSS ou em condições de requerer o benefício. O anúncio pegou todos de surpresa. O entendimento é de que falta transparência.

O prazo para manifestação de interesse começa nesta quarta-feira (05/07) e segue até o dia 14. Depois disso, o banco, com base nas regras, seleciona quem pode seguir adiante. Entre os dias 24 e 28 de julho, acontece a adesão. 

O assunto certamente será muito debatido sexta-feira e sábado (07/07 e 08/07), durante o Congresso Nacional dos Funcionários do BNB. A participação é fundamental. 

 

 

Fonte: Seeb-CGR com Seeb-BA

 
 

 

AGENDA

Sem agenda no momento