NOTÍCIAS

Conselho de Usuários do Saúde Caixa é contrário às mudanças

 

Banco quer impor um limitador de 6.5% da folha de pagamento para despesas com plano de saúde

O Conselho de Usuários do Saúde Caixa lançou um manifesto  se posicionando contrário à proposta da atual direção do banco de impor um limitador de 6.5% para despesas com o plano, embora o plano seja superavitário e sustentável. 

Com a proposta, o banco transfere a responsabilidade para os trabalhadores, que serão penalizados com aumento da mensalidade, da co-participação e com limite de gastos individuais. Em janeiro deste ano, a Caixa já tentou implementar tais mudanças, mas o movimento sindical conseguiu impedir judicialmente, uma vez que o acordo coletivo tem validade até 2018.
 
Houve um período em que as despesas representavam 3% da folha de pagamento, hoje está em 6%, sem as despesas administrativas que a Caixa quer incluir nos custos. A despesa com a folha tem diminuído ano a ano, com o enxugamento do seu quadro de funcionários, ou seja, rapidamente esse teto será ultrapassado tornando inviável o plano. Não aceitaremos que a  atual direção da Caixa retire direitos dos seus empregados.
 
 
 
 
Fonte: Seeb-Curitiba

 

AGENDA

Sem agenda no momento