NOTÍCIAS

BB impede participação de Caref em reunião do CA

 

Zero Transparência

A onda de desrespeito com o funcionalismo do BB parece não ter limites. Depois do vazamento via Correio Braziliense de uma possível reestruturação no banco, a direção da instituição barrou a participação do conselheiro eleito pelos trabalhadores em uma das reuniões desta segunda-feira (18) do Conselho de Administração (CA). Fabiano Felix, representante dos bancários, sequer foi informado sobre a pauta da reunião extraordinária marcada às pressas.

“Mesmo com toda a expectativa do funcionalismo, não houve permissão para que o representante eleito integrasse o encontro. A preocupação é que o banco boicota a participação do representante dos trabalhadores justamente uma semana após vazarem informações à mídia sobre um processo de reestruturação que irá afetar os bancários. Exigimos mais respeito aos funcionários do banco e transparência nas discussões”, destaca Rafael Zanon, diretor do Sindicato e membro da Comissão de Empresa dos Funcionários do BB.  

"Como conselheiro eleito pelos bancários do BB, é meu papel cobrar da empresa que se posicione acerca da matéria veiculada na grande mídia, que até o momento não foi negada pela direção do banco. Vou continuar atuando nesse sentido e defendendo os interesses do funcionalismo", destaca Fabiano Felix.

Interpretação tendenciosa

De acordo com o regimento interno do CA, em seu artigo 18, o conselheiro eleito pelo corpo funcional não pode participar de discussões e deliberações sobre assuntos que envolvam relações sindicais, remuneração, benefícios e vantagens, além de previdência complementar e assistencial, configurando, assim, conflito de interesse. O representante dos trabalhadores só poderá ter acesso à ata da reunião desta segunda em até 30 dias.

 

Fonte: Seeb Brasília

 

AGENDA

Sem agenda no momento