BNB: manutenção do teletrabalho para salvar vidas

18 de maio de 2021

As entidades que representam os trabalhadores do BNB reforçam que, diante do aumento no número de mortes pela Covid-19 e da lentidão do Plano Nacional de Imunização, mais do que nunca, é necessário manter o regime de teletrabalho no Banco do Nordeste para preservar vidas. 

O movimento sindical enviou, na sexta-feira (14/05), novo ofício à direção do BNB reforçando a necessidade de rigor das medidas preventivas e a posição contrária da instituição em retornar ao trabalho presencial os funcionários que receberam a segunda dose da vacina e que estão em teletrabalho.

Os especialistas na área de saúde preconizam que não há segurança integral quanto à imunização, uma vez que o Brasil não vacina em massa. Muito pelo contrário. O país tem somente 9,06% da população vacinada com a segunda dose até o momento. 

Por isso, o movimento sindical quer a reversão da medida do banco, portanto, manutenção do teletrabalho enquanto durar a pandemia. A situação do país é grave e o índice de vacinação está muito distante dos 70% necessários para se obter a condição ideal de achatamento da contaminação.

Fonte: Seeb-Bahia