Casos de Covid crescem entre categoria e Sindicato alerta para mais rigidez no protocolo de segurança

4 de maio de 2021

Vários bancários de uma mesma agência do Bradesco testaram positivo no último final de semana

O aumento de casos de Covid-19 entre a categoria bancária têm preocupado o Sindicato. Recentemente somente em uma única agência do Bradesco, diversos bancários testaram positivo para a doença. Os casos aconteceram na unidade Marquês do Herval, em Campina Grande, principal agência do banco na cidade.

Conforme informações levantadas pelo Sindicato, na semana passada após um bancário testar positivo a unidade foi fechada para higienização na sexta-feira (30). Durante o final de semana, o Banco submeteu os demais funcionários a testes e vários outros casos foram detectados. 

O fato chama a atenção e mostra que os Bancos devem ter mais rigidez nos protocolos de segurança para garantir a proteção dos trabalhadores e clientes.

O Sindicato destaca que, as medidas protetivas e protocolos de segurança existentes são frutos das negociações entre o Comando Nacional dos Bancários e a Fenaban. E esses protocolos devem ser cumpridos à risca pelos gestores das agências para garantir um mínimo de proteção aos funcionários e clientes.

Bancários lutam para incluir a categoria como grupo prioritário para vacinação

Com a campanha de vacinação contra a Covid-19 em andamento, sindicatos dos bancários de todo o país têm atuado para cobrar de parlamentares, prefeituras e dos governos estadual e federal a vacinação para todos e a inclusão de categorias que realizam serviços considerados como essenciais para a sociedade, como os bancários, como prioridade no Plano Nacional de Vacinação.

“Defendemos vacina para todos e que os serviços essenciais, como o dos bancários, que tem possibilidade de transmissão do vírus pela característica da atividade econômica, sejam incluídos como prioridade no Plano Nacional de Imunização”, explicou o presidente do Sindicato, Esdras Luciano.

Fonte: Seeb_CGR