Deputado do PT cobra do Ministério da Saúde prioridade da categoria bancária na vacinação contra Covid-19

10 de junho de 2021

O deputado federal Zé Carlos (PT-MA) protocolou requerimento por meio do qual sugere ao Ministério da Saúde que sejam tomadas as providências necessárias para a inclusão da categoria bancária entre os grupos prioritários para vacinação contra a Covid-19, e que a imunização, para esses trabalhadores, ocorra imediatamente.

No documento, protocolado no dia 4 de junho, o parlamentar salienta a urgência de alterar o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 para que sejam incluídos, ao quadro de grupos prioritários, os trabalhadores bancários.

O requerimento enfatiza que a atividade bancária é considerada essencial – nos termos do Decreto n° 10.282, de 20 de março de 2020 e “expõe-se cotidianamente a contatos com o público, seja nos atendimentos personalizados de áreas típicas de gerência e negócios, seja nos serviços de caixa”.

“O fato, senhor Ministro, é que a atividade bancária, tão necessária ao país e aos brasileiros, principalmente neste momento de pandemia, tem exigido dos bancários que estes trabalhem várias horas por dia em contato direto e próximo com o público que vem da rua, o que, por si só, já justificaria que esses profissionais estivessem na prioridade para a vacina”, ressalta o deputado, por meio do requerimento.

O documento ressalta ainda que a média de desligamentos por morte na categoria bancária saltou de 18,3 óbitos/mês no primeiro trimestre de 2020 para 50,6 óbitos/mês no primeiro trimestre de 2021, crescimento de 176,4%.

Os dados são de um levantamento feito pelo Dieese a partir do Novo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), e foram divulgados pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região e pela Contraf-CUT, e reproduzidos por outros veículos.

“Diante do exposto e do recrudescimento da pandemia da Covid-19 no presente ano, sugerimos o acolhimento da presente indicação, no sentido de que os bancários venham a ser incluídos, urgentemente, entre os grupos prioritários para vacinação contra a Covid-19 e que a vacinação desses profissionais se dê incontinenti”, finaliza o deputado Zé Carlos, no requerimento.

Fonte: Seeb – SP