Frente em Defesa dos Bancos Públicos será lançada na quarta-feira (08)

O Seminário “Bancos Públicos e Desenvolvimento” e o lançamento da Frente são agendas do Congresso que prometem ampliar o debate de interesse de toda sociedade

A Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Bancos Públicos será lançada, nesta quarta-feira (8), na Câmara dos Deputados. As mais de 200 assinaturas de parlamentares de 19 partidos diferentes mostram como a pauta em defesa dos bancos públicos vem ganhando força no Congresso Nacional.

Como um instrumento suprapartidário, a Frente tem o objetivo de analisar todos os projetos em tramitação nas duas casas legislativas e difundir a causa das instituições financeiras públicas para outras esferas. Além de ser um espaço para a análise de todos os fatores que envolvem as ameaças de privatização, é um canal de diálogo amplo.

“Nós atuamos em várias frentes em defesa dos bancos públicos, seja na articulação com os sindicatos que representam os funcionários das empresas públicas, que também estão ameaçados de privatização e desmonte, seja com o parlamento e fazendo debate com a população, além das estratégias jurídicas”, lembrou Juvandia Moreira, presidenta da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), ao explicar que a frente parlamentar mista existia na legislatura anterior. A Contraf-CUT e a Fenae articularam com deputados e senadores para que fosse reativada. “Estamos fazendo uma cartilha para ser distribuída a prefeitos, vereadores, deputados estaduais, lideranças e para o público em geral mostrando a importância dos bancos públicos para os estados e municípios.”

A Frente ganha força à medida que a equipe econômica do atual governo anuncia novas ações que enfraquecem os bancos públicos como agentes das principais políticas públicas sociais do país. A diretoria da Caixa já iniciou venda de ativos e anunciou a abertura de capital de quatro subsidiárias do banco. “As estratégias e ações adotadas até o momento sinalizam um inevitável enfraquecimento dos bancos públicos. Queremos que a Caixa continue exercendo o seu papel fundamental para a sociedade brasileira”, avaliou o presidente da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa (Fenae), Jair Pedro Ferreira.

Seminário “Bancos Públicos e Desenvolvimento”

Para enriquecer será a discussão, será realizado conjuntamente o Seminário “Bancos Públicos e Desenvolvimento” que reunirá especialistas em economia, também no auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados.

Professores renomados como Luiz Gonzaga Belluzzo (Unicamp), que foi chefe da Assessoria Especial do Ministério da Fazenda, Paulo Fernando Cavalcanti Filho (UFPb) e Luiz Fernando de Paula (UFRJ) serão palestrantes.

Além de parlamentares, participarão representantes de movimentos sociais, de entidades ligadas a bancos públicos, centrais sindicais e universidades.

Fonte: Contraf-CUT