Entidades lançam campanha de ‘Articulação Nacional contra o Desmonte do BB’

15 de março de 2021

Evento foi transmitido pelo Facebook da Contraf-CUT e de diversas entidades sindicais de todo o país

As entidades representativas dos funcionários da ativa e aposentados do Banco do Brasil lançaram na sexta-feira (12/03) uma campanha de ‘Articulação Nacional contra o Desmonte do BB’. Além das entidades, parlamentares de diferentes partidos se somam à campanha. O lançamento, que foi transmitido ao vivo pelo Facebook da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) e de diversas entidades de representação da categoria bancária, contou com a participação de deputados, senadores, representantes do setor produtivo e de entidades de movimentos sociais e sindical.

“O objetivo é juntar diversos segmentos da sociedade, lideranças políticas, comerciantes, produtores rurais, industriais e de todo o setor produtivo, com envolvimento da categoria e trabalhadores das demais estatais em defesa do Banco do Brasil, mostrando sua importância e necessidade para o país”, explicou a presidenta da Contraf-CUT, Juvandia Moreira.

Cartilha

Durante o evento foi divulgada uma cartilha que mostra com dados estatísticos a importância do Banco do Brasil e os impactos que sua privatização poderia causar na atividade econômica, sobretudo dos municípios menores, aumentando o desemprego e reduzindo a circulação de dinheiro entre a população.

“A cartilha será o subsídio que colocaremos debaixo dos braços para carregar nas visitas que faremos aos parlamentares, prefeitos, empresários e todos os segmentos que já estão sendo muito afetados com os ataques que o Banco do Brasil vem sofrendo ao longo dos últimos anos e que poderão ser ainda mais caso o banco seja privatizado”, explicou o coordenador da Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil, João Fukunaga.

Além da Contraf-CUT e do Seeb/Brasília, são proponentes da Articulação Nacional contra o Desmonte do BB: o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), a Associação dos Aposentados e Funcionários do Banco do Brasil, a Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil e a Federação das Associações de Aposentados e Pensionistas do Banco do Brasil, em parceria com a Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Bancos Públicos e a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional.

Fonte: Seeb-CGR com Contraf-CUT