Negociações sobre teletrabalho no BB ocorrem nesta 4ª feira (11)

11 de novembro de 2020

Além do controle da jornada, funcionários reivindicam ajuda de custo para cobrir as novas despesas, fornecimento de equipamentos e móveis adequados
 
A Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB) se reúne nesta quarta-feira (11) com a direção do banco para discutir um acordo sobre teletrabalho.


“Para os funcionários, além do controle da jornada, é importante a ajuda de custo para cobrir as novas despesas, fornecimento de equipamentos e móveis adequados”, afirmou a secretária de Juventude e representante da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) nas negociações com o banco, Fernanda Lopes.

Negociações

As negociações começaram ainda durante a Campanha Nacional dos Bancários e, após a campanha os trabalhadores apresentaram as premissas para o debate, definidas no 31º Congresso Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil e ratificadas na 22ª Conferência Nacional dos Bancários.

Desde março de 2020, boa parte dos bancários entrou em teletrabalho. Foram cerca de 2/3 da categoria, aproximadamente 300 mil trabalhadores deslocados dos locais de trabalho para suas casas. As premissas para um acordo sobre teletrabalho foram definidas a partir de uma pesquisa feita pelo Departamento Intersindical de Estatística Estudos e Socioeconômicos (Dieese) com 11 mil trabalhadores da categoria que passaram para o teletrabalho.

Fonte: Contraf-CUT