Hoje tem plenária de organização que irá debater o ato Lockdown em Defesa da Vida e dos Direitos

22 de março de 2021

Braços cruzados por 24h. Assim deve ser marcado o “lockdown da classe trabalhadora”, marcado para 24 de março, em todo o país. Frente às propostas apresentadas pelo Fórum das Centrais Sindicais (composto pela Central Única dos Trabalhadores – CUT, Força Sindical, União Geral dos Trabalhadores – UGT, Central dos Trabalhadores do Brasil – CTB, Central dos Sindicatos do Brasil – CSB e Nova Central Sindical dos Trabalhadores – NCST), o Comando Nacional dos Bancários debateu a conjuntura nacional, com foco na pandemia do novo coronavírus, no atual quadro de desemprego e na crise econômica vivenciada pelos trabalhadores e orienta a participação dos bancários no Dia Nacional de Luta “Lockdown em Defesa da Vida e dos Direitos”

A intenção é chamar a atenção do mundo para a política genocida de Bolsonaro e, ao mesmo tempo, pela retomada do auxílio emergencial de R$ 600,00, em defesa das empresas públicas, por geração imediata de emprego e renda aos trabalhadores e denunciar, publicamente, a falta de políticas públicas de saúde e a ausência de combate aos efeitos da pandemia da COVID-19.

A plenária organizativa para o ato “Lockdown em Defesa da Vida e dos Direitos” será realizada nesta segunda-feira, dia 22 de março, às 19h, em ambiente virtual.

Link para a participação: https://bit.ly/3s3vmYd

Fonte: Fetrafi/NE