Após manifestações, Banco do Brasil prorroga prazo para reestruturação

14 de novembro de 2014

Em resposta ao ofício enviado pela Contraf-CUT e às manifestações em todo o país, o Banco do Brasil informou que haverá extensão do prazo para readequação do quadro das dependências até 12 de janeiro de 2015.

O banco também reforçou o compromisso em dialogar com as entidades representativas dos funcionários no sentido de minimizar os impactos com realocação das pessoas envolvidas no processo.

A Contraf-CUT havia solicitado a suspensão do processo em razão dos problemas nas diversas localidades, com dificuldade de realocação e perdas devido ao fato de o plano de funções não ter sido devidamente dimensionado. Novas reuniões com o BB serão agendadas para apresentação de soluções aos problemas apresentados pelos funcionários.

Na última segunda-feira (10), os funcionários das Gecex de todo o país realizaram atividades com paralisações em protesto ao processo de reestruturação.

Veja como foram as manifestações em Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife, Porto Alegre, Fortaleza e Campinas. Houve também protestos em Vitória e outras capitais.

Para Wagner Nascimento, coordenador da Comissão de Empresa dos Funcionários do BB, “a prorrogação em 30 dias ajudará no processo de realocação em algumas localidades, mas ainda é insuficiente para a solução de todos os problemas. Continuaremos a insistir na suspensão do processo até que sejam dadas as garantias que não haverão perdas para os funcionários”.

Fonte: Contraf-CUT