HOJE: Assembleia com funcionários do Itaú sobre ponto eletrônico

O Sindicato convoca todos os trabalhadores do Itaú para Assembleia Específica nesta terça-feira (04), para discutir a renovação do Acordo Coletivo sobre o sistema de ponto eletrônico. A assembleia será às 18 h, no auditório da entidade.

O acordo do ponto eletrônico que vem sendo renovado desde 2012, determina que o sistema não pode apresentar restrições à marcação e ainda que não pode haver registro automático. E mais: extingue a autorização prévia para assinalar a hora extra e proíbe alteração ou eliminação pelo gestor dos dados registrados pelo empregado.

Além disso, qualquer alteração no sistema que o Itaú pretenda fazer deve ser comunicada ao Sindicato. O acordo também não valida qualquer banco de horas ou compensação de jornada.

Acesse aqui o edital

Comissão de Conciliação Voluntária (CCV)

Na assembleia, o Sindicato irá apresentar a nova proposta de CCV do Banco que a entidade está assinando. O acordo prevê que os desligados das empresas Itaú Unibanco S/A, Itaú Unibanco Holding S/A, Itaucard S/A, Itaú Leasing S/A, Hipercard Banco Multiplo S/A., Multiplo S/A e Itaú BMG Consignado S/A, podem, em até dois anos, recorrer à Comissão de Conciliação Voluntária (CCV).

A CCV – formada por representantes do banco e do Sindicato – tem caráter extrajudicial, possibilitando ao trabalhador do Itaú buscar soluções para qualquer pendência, como horas extras, férias, equiparação salarial, entre outras, sem a necessidade de recorrer à Justiça.

Em tempos de ‘deforma’ trabalhista, a CCV é um procedimento extrajudicial que deve ser cada vez mais valorizado. E o pagamento do que é devido ao bancário é rápido, feito em 10 dias úteis.

 

Fonte: Seeb-CGR