Nota de Repúdio

O Sindicato de Campina Grande e Região vem, por meio desta nota, manifestar seu total repúdio ao ato bárbaro e covarde praticado contra dois integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) assassinados no sábado (8), no interior do acampamento Dom José Maria Pires, no município de Alhandra-PB, cerca de 45km de João Pessoa. As vítimas são Rodrigo Celestino e José Bernardo da Silva (conhecido como Orlando), ambos coordenadores do acampamento.

A nova ação criminosa, deixa claro que as perseguições contra o MST e todas as organizações sociais no país tendem facilmente a aumentar, pois, além de estarmos em clima de perseguição política contra setores democráticos da esquerda, o novo cenário político dá carta branca para que tais ações sejam praticadas, sem qualquer dificuldade, reflexo da onda de ódio e impunidade espalhados nos últimos meses.

Aqui deixamos nossa solidariedade às famílias do acampamento Dom José Maria Pires, às famílias enlutadas e aos companheiros e companheiras do MST. Não podemos nos calar diante desta barbárie, temos a obrigação de persistir com a luta e continuar o com o desejo vivo que os dois companheiros nos deixaram como legado.

Fonte: Seeb_CGR