Processos por teletrabalho sobem 270% na pandemia

20 de outubro de 2020

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Os processos trabalhistas envolvendo questões do teletrabalho amentaram em cerca de 270% durante a pandemia do novo coronavírus. Isto se deve, especialmente por conta da alta do contingente de trabalhadores colocados em atividades remotas, de maneira emergencial e sem tempo para um planejamento adequado. 

De acordo com o levantamento feito com base nos dados das Varas de Trabalho, os casos de empregados reclamando das condições do home office saltaram de 46 entre março e agosto de 2019 para 170 no mesmo período de 2020. Somente em junho deste ano foram abertos 46 processos referente à modalidade.  

Especialistas apontam que é fundamental que o trabalhador e o patrão façam um acordo com todas as regras estabelecidas. Como muitas empresas devem adotar o teletrabalho no pós-pandemia, os parlamentares começaram a apresentar propostas relacionadas ao fornecimento de equipamentos para o empregado e contagem de horas diárias trabalhadas.

Fonte: Com informações do site ES360