Reestruturação do Banco do Nordeste cancela projetos do Centro Cultural de Sousa e Juazeiro do Norte

A reestruturação implementada pela direção do Banco do Nordeste cancelou os projetos dos Centros Cultural de Sousa, na Paraíba e Juazeiro do Norte no Ceará. A informação do cancelamento pegou todos os artistas de surpresa ao serem informados em cima da hora sobre as mudanças através de telefone na última terça-feira (25). Segundo o banco, os cancelamentos acontecem devido a um contingenciamento de recursos.

Em nota, o Centro Cultural, mantido pelo Banco do Nordeste, informou que, “no momento, está reestruturando seu modelo de atuação, no intuito de modernizar a estratégia de funcionamento e ampliar parcerias com outras instituições”.

O secretário da Cultura do Estado, Fabiano Piúba, vê a medida com preocupação. “O que está em questão não é apenas o fechamento, seja ele provisório ou não, é uma política de cultura do BNB. O BNB estabeleceu nos últimos quinze anos uma política de fomento à cultura do Nordeste muito forte. Sobretudo no semiárido, nas capitais da região, e depois como centros culturais”, sinaliza.

O secretário afirma que vai propor, em reunião com outros secretários da Cultura da Região Nordeste, uma carta cobrando explicações ao presidente do BNB.

“O que a gente não pode permitir, falo enquanto secretário e ser que atua como artista, é um retrocesso desse. O Nordeste é uma região com carência de equipamento culturais, são ambientes fundamentais pro acesso e o fomento das artes na região”, reforça.

O Centro Cultural Banco do Nordeste em Sousa foi inaugurado em junho de 2007 e abriga atividades de literatura, dança, música, cultura popular, teatro, além de outras linguagens artísticas.

Seeb-PB com G1-CE