Reforma da Previdência é tema de debate entre os bancários de Campina Grande

O Seminário também debateu a importância dos bancos públicos

O Sindicato promoveu nesta quarta-feira (24), o seminário Reforma da Previdência e Importância dos Bancos Públicos. O evento teve como principal objetivo fomentar as discussões sobre os prejuízos da Proposta de Emenda à Constituição (6/2019) da reforma da Previdência, apresentada ao Congresso pelo Governo Bolsonaro, assim como debater a importância social e o desmonte dos bancos públicos.

O economista do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), Renato Silva, foi o preletor da noite, junto com os advogados do Sindicato, Andrey Levi e Caio Graco.

Na ocasião foi enfatizado a importância econômica e social dos bancos públicos para o desenvolvimento do país frente à ameaça iminente de privatização das estatais. Assim como pontuado, os malefícios da reforma da Previdência, que dificulta o acesso à aposentadoria e reduz o benefício dos trabalhadores. Durante o debate, os presentes puderam dúvidas com os debatedores.

“Este é um momento onde os trabalhadores precisam se unir contra as ameaças do governo. A previdência tanto quanto os bancos públicos são instrumentos importantes de justiça social para os brasileiros. Temos que lutar em prol a igualdade e bem-estar para todos”, frisou Rostand Lucena, presidente do Sindicato.

Fonte: Seeb-CGR