Sindicato defende convocação de concursado no Banco do Nordeste

24 de março de 2022

O Banco do Nordeste anunciou, nesta quarta-feira (23), a abertura de cinco novas agências bancárias para garantir a ampliação da atuação do banco, conforme determinado pela Lei Complementar 185/2021. O BNB acrescentou 84 novos municípios, sendo 81 em Minas Gerais e 3 no Espírito Santo. 
 
Apesar das novas unidades, o BNB tem descartado a possibilidade de realizar um novo concurso público para contratação de funcionários. O concurso de 2018 ainda não chamou todos os selecionados e está em vigência até 2023. 
 
“Defendemos o fortalecimento do Banco do Nordeste, com a abertura de agências e ampliação da área de atuação. Mas, discordamos do presidente do BNB, quando o mesmo afirma que para os programas de microcrédito não há necessidade de concurso público. Somos totalmente contrários à terceirização, pois esse modelo de contratação gera precarização do trabalho, salários rebaixados e perda de direitos”, afirma o representante de Pernambuco na Comissão Nacional dos Funcionários do Banco do Nordeste do Brasil (CNFBNB), Rubens Nadiel.
 
As novas unidades serão instaladas em MG, nas cidades de Governador Valadares, Guanhães, Aimorés, Inhapim e Mantena. A expansão da área do Banco ocorreu por medida legislativa, que ampliou a área da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), refletindo sobre a atuação do BNB. 
 
“O Banco do Nordeste passou por diversas trocas de presidente, recentemente, buscando alinhamento à política do governo Bolsonaro de desmonte dos bancos públicos. Ações como o desvirtuamento do papel social do banco de desenvolvimento regional, redução do quadro de funcionários e incentivo à terceirização, serão combatidas pelo Sindicato”, afirma Nadiel.