Sindicato ganha ação judicial para bancários do Bradesco

29 de dezembro de 2020

Banco foi condenado a pagar as 7ª e 8ª horas trabalhadas como horas extras aos empregados que exercem a função de Supervisor Administrativo

No ano de 2013 o Sindicato ingressou com ação civil coletiva, através do Escritório Coutinho & Gurjão Advocacia, buscando a descaracterização da função de confiança aplicada pelo Banco Bradesco a função de Supervisor Administrativo, postulando, assim, o pagamento das horas extras relativas à 7ª e 8ª horas trabalhadas.

A demanda que teve como substitutos processuais todos os empregados da referida função até o ano de 2013, foi julgada procedente em todas as instâncias do judiciário trabalhista.

Em razão da vitória do processo, no último dia 23/12/2020 os 13 substituídos processuais receberam os valores incontroversos (valores reconhecidos como devidos pela empresa) já definidos pela 2ª Vara do Trabalho de Campina Grande. 

Fonte: Seeb-CGR