Sindicato intensifica campanha em defesa da vacina para os bancários

26 de maio de 2021

Se somos serviço essencial porque não estamos nos grupos prioritários para vacinação?

Av. Pref. Severino Bezerra Cabral, Catolé

Não para a luta pela vacinação de bancários, vigilantes e todos os prestadores de serviços que atuam no dia a dia das agências, para diminuir a contaminação pela Covid-19. O Sindicato de Campina Grande e Região segue realizando uma ampla campanha para cobrar a inclusão da categoria no Plano Nacional de Imunização (PNI). 

Esta semana, a entidade novamente está intensificando a campanha de outdoors por vias de grande circulação de Campina Grande, no intuito de chamar a atenção das autoridades e sociedade em geral para urgência da imunização da categoria, que também realiza serviço essencial.

Os empregados que estão no dia a dia nas agências vivem apreensivos, preocupados com a possibilidade de se contaminar e acabar levando o vírus para dentro de casa. A categoria está na linha de frente no atendimento à população, desde o início da pandemia, atendendo a necessidade de centenas de famílias, e até agora não foram reconhecidos nem pelos bancos e nem pelo governo, para inclusão imediata na vacinação contra à covid. Várias categorias já estão na lista de prioridade e a categoria bancária segue sendo ignorada.

Av. Vigário Calixto, Catolé

“Por atender toda a população que depende do trabalho da categoria, nada mais justo do que o reconhecimento do empenho através da garantia da imunização, inclusive para diminuir os riscos de contaminação”, afirma o presidente do Sindicato, Esdras Luciano. 

O movimento sindical bancário não tem medido esforços para conquistar mais esse direito aos trabalhadores do ramo financeiro. Em todo o país uma série de ações vêm sendo realizadas pelos representantes dos trabalhadores na tentativa de acelerar esse processo. As ações vão desde solicitações aos governos municipais, estaduais e federal, deputados, senadores e Ministério da Saúde até campanhas de mídias com outdoors, de carro de som, redes sociais, entre outros.

A vida tem pressa. Saúde é prioridade. Já são mais de são mais de 440 mil mortes em todo o país por uma doença que tem vacina.

Vacina Já Para Todos!

Vacina Já Para os Bancários!

Fonte: Seeb_CGR