Sindicato recebe visita do representante da Superintendência Regional da Caixa

15 de outubro de 2020

Foto: Andrezza Leite

O Sindicato recebeu nesta quinta-feira (15), a visita de um dos representantes da Superintendência Regional da Caixa Econômica Federal em Campina Grande, José Marcos Carvalho. O motivo do contato, conforme José Marcos se deu seguindo uma diretriz definida pela vice-presidência do Banco, que visa manter diálogo com as entidades sindicais e levantar demandas de âmbito local, regional e nacional.

Na ocasião, os representantes dos trabalhadores aproveitaram a oportunidade para cobrar o andamento de algumas demandas relacionadas à infraestrutura de algumas agências de sua base de atuação, apresentadas desde o início deste ano.

Mais uma vez, foi cobrado à implementação do projeto de ampliação da agência FIEP, localizada na Avenida Canal, em Campina Grande. A obra foi autorizada desde o início do ano, mas até o momento não foi efetivada. Esta, inclusive, é uma reivindicação antiga da entidade sindical, já que a obra irá solucionar o problema da falta de espaço no local, trazendo melhores condições de trabalho aos funcionários e de atendimento a clientes e usuários.

Outra demanda antiga levantada pelos dirigentes sindicais foi a da ampliação da unidade da Justiça Federal, localizada também em Campina Grande. A agência funciona em um ambiente muito pequeno, sem as condições físicas necessárias para prestar um bom atendimento. O Banco informou que já existe a concordância da direção da Justiça Federal para que esta agência ocupe um espaço mais amplo no prédio. Contudo, falta os representantes da Justiça disponibilizar a área.

A mudança de prédio da unidade localizada no município de Esperança também foi mais uma pauta da reunião. Não é de hoje, que a agência sofre com um problema crônico de falta d’água, proveniente do problema hídrico que acomete toda a cidade, e o prédio atual não comporta a instalação de um reservatório.

Embora já haja um consenso para a mudança de prédio, a Caixa ainda busca um novo local.

Filas no atendimento do Auxílio Emergencial – O Sindicato também cobrou a contratação de mais pessoas para trabalhar na recepção do atendimento ao auxílio emergencial, e da possibilidade de voltar à estrutura de tentas, colocadas no início da pandemia, em parceria com as prefeituras, para acolher os beneficiários que ficam do lado de fora das unidades. 

Covid-19 – Os representantes dos trabalhadores reforçaram ainda a importância da manutenção dos protocolos de segurança contra a covid-19, da continuidade do home office e do rodízio de empregados, haja vista que a pandemia não acabou e que não se pode relaxar no âmbito da prevenção e cuidado com a vida das pessoas.

O Sindicato avalia como positiva essa iniciativa do banco em abrir este canal de comunicação com as entidades sindicais e ressalta que aqui em Campina Grande esta parceria de diálogo e respeito sempre existiu.

Fonte: Seeb_CGR